Agroconceito – Apoio técnico e consultoria agrícola

Bem Vindo à Agroconceito!

Fornecemos soluções integradas e personalizadas destinadas a ajudar os clientes a maximizar o seu desempenho e alcançar os seus objetivos.

Somos especialistas no apoio à implementação
de sistemas de certificação nomeadamente, Agricultura Biológica, Produção Integrada,
GLOBALG.A.P e Greening.

 

 


Apoio às explorações em zonas afetadas por incêndios

Tem como objetivo apoiar a reposição das condições de produção das explorações agrícolas afetadas por catrástrofes, por forma a criar condições para regressarem à atividade normal.

O prazo de apresentação das candidaturas termina a 30 de Novembro de 2017.

 


 PDR 2020

Plano de abertura de concursos em 2017, atualizado a 01/09/2017.

Para sua consulta, clique aqui


Sistema de certificação Global GAP

Os mercados estão cada vez mais exigentes ao nível da qualidade dos seus produtos. O sistema de certificação Global GAP é um referencial de certificação cada vez mais procurado pelos mercados internacionais devido ao seu reconhecimento ao nível mundial. Além disso, contribui significativamente para a qualidade e segurança dos produtos comercializados, bem como para uma melhoria significativa na organização interna da sua empresa.

A Agroconceito apoia na Implementação deste sistema.Flyers Greening e Global-02


Protocolo BPI

A Agroconceito estabeleceu protocolo com o Banco BPI no sentido de apresentar condições de financiamento que poderá disponibilizar aos nossos clientes.

No caso de interesse poderá ter acesso aos documentos “Ficha_Cliente” e “Condições de financiamento para clientes Agroconceito

Para mais esclarecimentos contacte-nos.



                                                    Parcerias

Logo Tecnisign 300DPIlogo-abade-e-mendoncawisecrop-logo-final-grey-registered-07 APISLogomarcas_0010_NC800

Web Design MymensinghPremium WordPress ThemesWeb Development

PDR 2020 tem candidaturas abertas a 6 operações

O Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR 2020) tem candidaturas abertas a seis operações. São elas a Operação 6.2.2 – Restabelecimento do Potencial Produtivo (7º Concurso), a  Operação 8.1.4 – Restabelecimento da floresta afectada por agentes bióticos e abióticos ou por acontecimentos catastróficos (6º Anúncio), a Operação 3.2.2 – Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola (5º Anúncio), a Operação 7.8.4. Recursos Genéticos – Conservação e Melhoramento de Recursos Genéticos Vegetais (1º Anúncio), a 3.4.2 – Melhoria da Eficiência dos Regadios Existentes – Tipologia Melhoria das condições de segurança das barragens (4º Anúncio) e a Operação 5.1.1 – Criação de Agrupamentos e Organizações de Produtores (2º Anúncio).

Restabelecimento do Potencial Produtivo

A Operação 6.2.2 – Restabelecimento do Potencial Produtivo (7º Concurso) reconhece como catástrofe natural o conjunto de incêndios deflagrados no decurso do mês de Julho e Agosto de 2017, e concede um apoio à reconstituição ou reposição do potencial produtivo das explorações agrícolas danificadas. O concurso está aberto de 11 de Outubro de 2017 a 30 de Novembro de 2017 às 23h59. Mais informações e candidaturas aqui.

Restabelecimento da floresta afectada por agentes bióticos e abióticos ou por acontecimentos catastróficos

A Operação 8.1.4 – Restabelecimento da floresta afectada por agentes bióticos e abióticos ou por acontecimentos catastróficos (6º Anúncio) tem como objectivos o restabelecimento de povoamentos florestais afectados por agentes bióticos e abióticos e acções de estabilização de emergência pós-incêndio, catástrofes naturais, ou acontecimentos catastróficos, visando a minimização de risco de erosão, em áreas identificadas pelas entidades competentes. O concurso está aberto de 4 de Outubro de 2017 a 10 de Novembro de 2017 às 17 horas. Mais informações e candidaturas aqui.

Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola (Seca)

A Operação 3.2.2 – Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola (5º Anúncio) destina-se aos concelhos de Coruche e Chamusca do distrito de Santarém e Alcoutim e Castro Marim do distrito de Faro, constituindo apoios à seca. O concurso está aberto de 20 de Setembro de 2017 a 17 de Novembro de 2017 às 17 horas. Mais informações e candidaturas aqui.

Recursos Genéticos – Conservação e Melhoramento de Recursos Genéticos Vegetais

A Operação 7.8.4. Recursos Genéticos – Conservação e Melhoramento de Recursos Genéticos Vegetais (1º Anúncio) tem como objectivo apoiar as acções para conservação e melhoramento de recursos genéticos vegetais previstas nos programas de conservação ou de melhoramento genético aprovados pela entidade competente. O concurso está aberto de 20 de Julho de 2017 a 20 de Novembro de 2017 às 17 horas. Mais informações e candidaturas aqui.

Melhoria da Eficiência dos Regadios Existentes – Tipologia Melhoria das condições de segurança das barragens

A operação 3.4.2 – Melhoria da Eficiência dos Regadios Existentes – Tipologia Melhoria das condições de segurança das barragens (4º Anúncio) tem como objectivo promover o uso mais eficiente da água e da energia nos aproveitamentos hidroagrícolas existentes, através de: reabilitação e modernização das infraestruturas primárias e secundárias (captação, transporte e distribuição de água); reabilitação e modernização das estações elevatórias e centrais hidroeléctricas; melhoria da gestão dos aproveitamentos hidroagrícolas; melhoria da segurança das infraestruturas; incentivo à introdução de tecnologias mais eficientes. O concurso está aberto de 18 de Julho de 2017 a 30 de Novembro de 2017 às 17 horas. Mais informações e candidaturas aqui.

Criação de Agrupamentos e Organizações de Produtores

A Operação 5.1.1 – Criação de Agrupamentos e Organizações de Produtores (2º Anúncio) tem como objectivo conceder apoio aos Agrupamentos (AP) ou às Organizações de Produtores (OP) abrangidos pela definição de PME e oficialmente reconhecidos, com base num Plano de Acção, com um carácter temporário correspondente ao período de arranque do AP/OP. O concurso está aberto de 6 de Julho de 2017 a 30 de Novembro de 2017 às 17 horas. Mais informações e candidaturas aqui.

Agricultura e mar actual, 2017

Governo disponibiliza até 35 milhões para setor agrícola e florestal

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, anunciou uma verba até 35 milhões de euros para o setor agrícola e florestal, nomeadamente para apoiar a alimentação dos animais e o depósito e a comercialização da madeira ardida. No âmbito da reunião extraordinária do passado sábado do Conselho de Ministros, destinada a aprovar medidas de prevenção e combate aos incêndios florestais, bem como reparação dos prejuízos, e que decorre na residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, o governante indicou que vão ser alocados 15 milhões de euros para «acudir aos problemas mais graves» de erosão dos solos e contaminação das águas. Na área florestal, vão ser criadas duas linhas de crédito, uma de cinco milhões de euros para a instalação de parques para depósito da madeira ardida e outra de três milhões de euros para a comercialização da madeira ardida a preços considerados razoáveis. «Desde que sejam respeitados preços mínimos fixados pelo Ministério da Agricultura - 20 euros por metro cúbico para as árvores com menos de 30 centímetros de diâmetro», revelou Capoulas Santos. No setor agrícola, as medidas que vão ser «adotadas de imediato» prendem-se com o apoio à alimentação dos animais, em que serão criadas «cinco plataformas logísticas» para a entrega de elementos compostos para animais encomendados pelo Governo à indústria de rações portuguesa, informou o tutelar da pasta da Agricultura, indicando que a distribuição contará com membros das Forças Armadas e dos municípios. Segundo o ministro da Agricultura, existem necessidades «muito urgentes de alimentação animal», que se estimam que estejam na ordem de meio milhão de ovinos e de mais de 100 mil bovinos. O Governo vai ainda apoiar em 100% os prejuízos até cinco mil euros dos pequenos agricultores e, «acima desse valor, 50% a fundo perdido em tudo o que tenha a ver com perda de máquinas, equipamentos, instalações, estábulos, motores e culturas permanentes como vinhas, pomares e olivais».  

Agronegócios,  23 de Outubro de 2017

Guia do Produtor Biológico e do Exportador de Produtos Biológicos

Já está disponível o Guia do Produtor Biológico  e o Guia do Exportador, elaborados pela DGADR - Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural.   Para aceder ao Guia do Produtor biológico clique aqui.   Para aceder ao Guia do Exportador (produtos biológicos) clique aqui.  

 Agroconceito, 6 de Julho de 2017

 

Assinatura de Protocolo entre a DGADR e a Direção-Geral de Saúde

Assinatura de Protocolo entre a DGADR e a Direção-Geral de Saúde  
A Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e a Direção-Geral de Saúde assinaram um protocolo de colaboração no âmbito da Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica e da execução de um Plano de Ação para a produção e promoção de produtos biológicos, visando a colaboração técnica e especializada, e o desenvolvimento de ações conjuntas com vista à divulgação de informação sobre a produção e a promoção de produtos biológicos e a sua disponibilização aos consumidores.  

DGADR, 2017